Monday, December 01, 2008

O que é que a Baiana tem?

Depois de pôr minhas calças que caem e pagar o aluguel voltei lépido e fagueiro pela rua acima da XV. Deu um Alow Vosse pra Fran e fui ao banco tirar uma subsistência. Desci a rua e no Superpão encontro a Patrícia acompanhada de seu amigo Rafa (desculpa se não é esse o seu nome, eu demoro a pegar nomes por mais simples que sejam). Conversamos frugalidades e coisas menores, como jogar pedras no Saint Martin, observar Lucien levar fumo de Monsieur Collignon, ver os rostos das pessoas no escuro no cinema, deitar na grama e sonhar que é bom também, de vez em quando tendo sorte de a chuva cair libertando o corpo e coisas enriquecedoras de cabeça minha.

Ou não, tudo mentchira. Eu perguntei onde iam e disseram na Royale e eu devolvi com um "programa indie... aposto que você ama a Mallu Magalhães" e o rumo seguiu sobre o namoro Mallu e Camelo e se quedó em Santa Catarina.

mallu m.: q?
Mallu sobre notícias recentes: Santa Catarina...?


Chegando na Royale dei tchau e peguei caminho de casa. Não sem antes dar uma espiadela numa coisa que me perturba profundamente: a parte anexada da Royale depois da reforma. Eu olho pra lá e sempre vejo aqueles móveis de metal onde fica a comida esquentada ou esfriada, mas não dá pra ver nada!!! HELPMEE!! Na rua lateral existem duas janelas, onde uma tem o vidro fosco até a altura dos olhos e a outra janela, a que fica bem do ladinho do tal carter (vou chamar assim pois está me faltando vocábulo) tem um muro até o peito da gente, daí que aparece o vidro. Na frente da Royale tem duas janelas também e as duas com o problema do vidro fosco.

O que eles tanto escondem? Cada vez que eu passo por lá me bate uma angústia por não poder ver os quitites que dão as caras sobre o metal frio, por não poder ver as gostosuras carinhosamente depositadas sobre o metal quente. Que mundo é esse onde as pessoas são privadas de gula visual? Quando percebi que esse anexo realmente se tratava de um anexo era tarde da noite, olhei e falei "bacana, deve ser pra almoço. será que o almoço daqui é bom?" e segui minha vida feliz. Pra piorar a situação hoje vejo uma pessoa mexendo lá "OQUE/!1 TEM DOCE ALI/??", afinal, almoço às quatro horas da tarde é dose. Sei que todas as vezes que eu cruzar aquela esquina terei essa terrível questão pesando sobre mim, sei ainda que quanto mais tempo essa questão pesar sobre mim, mais eu vou achar que por trás daquele vidro cruel existe um mar de delícias esperado para serem degustadas. Confesso ter medo de descobrir a verdade e me decepcionar ao ver que não é tão bom assim.


Será que eles contrabandeiam McDonald's? Só pode. Big Mc... tortinha... McFlurry... McCheddar... McHamburguerdoShrek!!! Nem gosto muito do Shrek, mas por mim podia ter filme do Shrek ad infinitum pq eu amo o McHamburguerdoShrek.

promocional Shrek menu
Super Cheddar Pepperoni é o nome dele *.* (L)


----------------
* tem um blog que analisou o Shrek Menu: pseudocultural.blogspot.com. Lá que eu reaprendi o nome do sanduíche que eu amo [/desnaturado]. Lá não fizeram comentário muito favorável, mas eu amo do mesmo jeito.
* como fas pra tirar o sublinhado de link?
* Tati, faço o post dos memes assim que eu descobrir as 8 coisas q.







 

3 comments:

Tati said...

Ain, gente, miacabo com essa cara que ela faz na foto, carinha de cachorrinho de comercial de ração. Tipo: vira pro lado que ganha um biscoito.
E a boquinha levemente aberta, acredita na pose e pensa que é sexy. TAQUEPARIU, mesmo.

E, cara, eu gostei desse post por que você falou sobre um dia na sua vida. E sua vida é uma incógnita para nós, seus fãs. Daê é legal.

;O)

Niiii said...

Tem mc em gorpa?

-fer- said...

tem bob's :)